domingo, 29 de novembro de 2009

Vento


A saudade bate forte,
Cada vez mais,
E eu vou ligar pro vento,
Quem sabe tenho sorte,
E ele possa te encontrar.
Nem que seja ao menos um suspiro teu,
Eu vou ouvir,
Na certeza de que um dia,
Essa distância vai cair.
Vontade de chorar, sorrir, sair.
Mas nada é possível,
Sem ter você aqui.
Vou surfar no mar,
Quem sabe eu possa lembrar,
Das ondas dos teus cabelos,
Se emaranhando nos meus.
Vou cantar na praça,
Quem sabe alguém ache graça,
E me mostre os desejos teus.
Vou gritar de noite,
Quem sabe acorde a vontade,
Do destino de nos unir,
Vou tentar,
Não vou fugir...

11 comentários:

Daniel Savio disse...

Cara, eu entendo a parte de ligar para o vento para tentar falar com a pessoa...

Aff, mas poesia bonita.

Fique com Deus, menino Rafael Cotrim.
Um abraço.

Bárbara disse...

Rafael *-*
Que poesia linda =0
Fiquei de queixo caído! kkkk
Fique com Deus,que ele continue te dando muita inspiração!
Beijooooooooooooooooooos!

Erica Ferro disse...

Que linda poesia!

Tentar é o que há. Fugir é o que há de mais covarde e último.

Beijo.

Aline V. disse...

AIIII QUE LINDO DE MORRER ESSE SEU POEMAAAA!!!! =)
amei amei amei


beijokasssss

Luciana disse...

É, temos que tentar! Mas admito que sou uma covarde. rsrs
;*
Ps.: Modelo do grito, você não dorme não? rs

Rafael Cotrim disse...

às vezes, Lu.

lidi ;) disse...

também quero gritar e criar coragem para não fugir.
Linda poesia, adorei!

Beijão

[ rod ] ® disse...

o vento que leva e trás e um sussurro pode virar um grande e desejado grito.

Maay disse...

Que coisa mais linda!
fiquei encantada com esse poema *-------*

Juliana. disse...

Vento leva essa saudade e traz sentimentos bons!!!
bjos e estou te seguindo, com prazer..

Anônimo disse...

Rafa...
passeando pelo seu blog
vejo uma poesia mais liiinda que a outra
Parabéns!!
Liinda essa, adorei!
Bijusss

by Jack Novaes