quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

'I have been away from my conscience...
Já tem alguns dias que eu me sinto mais reflexivo que o comum e tenho me perguntado porque. 
Não sei se o motivo é a falta de comprometimento das pessoas com a simplicidade.
Ou talvez seja o meu medo de que tudo está de cabeça pra baixo e ninguém esteja preocupado em voltar ao normal.
A inexistência da segurança pública eu já estou conformado então não acredito que seja isso...
Quem sabe sejam as pessoas ignorantes, destruindo sonhos e conturbando o universo em torno de nós.
Pode ser também a vontade de mudar o mundo a cada segundo e a inabilidade de realizar tal façanha.
Não interessa.
Não devíamos nos sentir assim, incapazes de estar bem consigo mesmos.
Mas tem sido mais frequente do que o normal.
Faculdade, burocracias, cobranças, dívidas, desejos reprimidos, viagens impossíveis de realizar, cansaço, ansiedade, obesidade, cigarros, café demais, insegurança, medo, raiva, trabalho, sociedade, regras, imposições, sistema falido, falta de grana, álcool demais, falta de respeito, preconceito, política, alterações de humor, tragédias globais, guerras, discussões fúteis, amizades rasas e tempo pra lidar com tudo isso.
Sem que nada te afete. 
Você é uma engrenagem essencial pro sistema continuar funcionando.
Esperamos que você não falhe!
Que sistema? 
Qual funciomanento? 
Vivemos nos iludindo de que tudo vai dar certo, de que podemos sobreviver a tudo que está por vir,
Vivemos acreditando que cada pessoa é parte fundamental no universo, sem você o mundo não seria do jeito que é.
E eu não tiro essa razão de forma alguma. 
Somos extremamente adaptáveis.
E, somos sim, fundamentais para que o mundo evolua.
Mas temos essa incrível facilidade em contornar os problemas de forma que eles pareçam não ser nossos.
Temos esse defeito de fechar os olhos somente para o que não nos agrada.
Conseguimos ver o sofrimento alheio e não sentir nada, fomos criados assim.
Se não te atinge, não te afeta.
Os olhos não vêem e o coração, realmente, não sente.
Mas será que não deveríamos ser menos conformados de que tudo deve ser como é?
E agir em prol do bem estar coletivo?
Ou talvez seja só mais um devaneio meu.
Está tudo bem, e logo vai passar... '

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

' no meio do caos,
tudo que te resta
é a paz que tu carregas.
se cultive em si mesmo,
floresça teu jardim
todo o resto não depende de ti!
é muito triste esperar o fim
do que nem começou
prefiro caminhar ao esmo,
e é assim que vou... '

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

' Muita gente se impressiona com a carga que algumas pessoas carregam, seja ela positiva ou negativa demais. Não tem jeito. Qualquer excesso de energia é facilmente perceptível a todos que estão ao seu redor. O ambiente sofre alterações por conta disso, o 'clima' e a paz também. E eu tenho esse defeito de não me adaptar aos ambientes pesados, não tenho problema em estar ao lado de dez pessoas extremamente felizes. Mas realmente não suporto suspiros e reclamações constantes sobre qualquer coisa que venha a acontecer na vida das pessoas. Também tenho meus problemas, mas depois de alguns anos vividos, já consigo enxergar que são meus, só meus. E eles são chatos de resolver, dão dor de cabeça e tudo mais mas a vida é assim mesmo. Nem tudo é perfeito, tem que se perder um pouco pra poder ganhar as vezes. Isso que tem que ser entendido. O dia não vai estar pior porque o pneu furou, ou porque você vai ter que resolver milhões de coisas. Isso iria acontecer independente do dia. Não estou aqui dizendo que existem coisas já escritas no livro do destino sobre a tua vida. Muito menos dizendo que era pra acontecer porque sim. Só quero que as pessoas entendam que acontece. E depende exclusivamente de você que isso não seja tão alarmante quanto parece. O que eu mais aprecio na vida é que cada um tem o seu jeito de fazer algo, escolher um caminho. E sempre, preste atenção, sempre haverá uma maneira pacífica de resolver qualquer situação. Escolha entender a vida, escolha saber que não adianta reclamar dos problemas, se acalmar e resolvê-los é a melhor solução, sempre. Se a sua mente estiver com problemas para aceitar isso e você gosta de reclamar sobre tudo, é a hora de praticar. O ser humano é falho, a cada dia você vai ter uma quantidade aleatória de leões pra matar, o pneu do seu carro vai furar, teu celular vai quebrar, mas nada disso deveria ser mais importante que se manter em paz. Ter serenidade para lidar com a vida da melhor forma. Seja educado, peça desculpas e acima de tudo nunca altere teu som de voz, a vida é curta demais pra perdermos tempo sendo desagradáveis. Espalhe a compreensão, seja a paz que o mundo precisa. Estamos em guerra com nós mesmos, qualquer passo dado é um a menos... '

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

' Não tenho sentido mais cansaço físico. Minha paz espiritual transcende as barreiras da dor. Mas o que tem me deixado frustrado são as crianças com olhares distantes, os idosos com olhares cansados e todos os outros olhares desnorteados. A vida tem andado meio bagunçada por aqui. Muita gente pedindo uma mão que seja e mais gente ainda se passando de despercebido. E não tem porque julgar, quantas vezes tu fizestes isso hoje? Não sei o que há de errado. Mas a vergonha está em ser solidário. O errado é quem dá dois reais a uma criancinha vendendo balinhas. Atrapalhando o sinal. Insensível. E minha família?! Buzinas altas. Criança chora e a mãe não vê. Salve Criolo. Os valores estão invertidos e ninguém se preocupa em ver. O que fazer? O que dizer as pessoas pra que elas se importem mais? Mais amor, porra! Isso é importante. Pare de se importar com o que os outros pensam! Senta-te com a criança sozinha e conta uma história, pergunta da escola ou pague um sorvete que seja. Se importe! Seja mais. Faça o bem. Seja o bem. '