terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Chuvoso

 
 
Sempre que chove me sinto assim,
Num domingo tranquilo.
Lembrando disso e daquilo.
Sem nada a fazer,
A não ser lembrar de você.
De nós.
Fico saudoso e dengoso
Com vontade de deitar e de amar.
Cantar e escrever.
Me torna sereno,
E faz qualquer dia parecer pequeno.
Adoro ver o céu chorar,
Para que chovam em mim esses sentimentos.
Momentos...

6 comentários:

gabriela marques. disse...

Sempre quando o céu chora, eu lembro de que chorar faz bem. O choro do céu irriga a terra, e o meu: o coração.
Até o céu tem sentimentos...

Adorei seu poema. Não se passa despercebido a mudança do seu jeito de escrever, Rafa. Cada dia que passas escreve melhor e melhor.
Nunca pare.

Imenso beijo.

Daniel Savio disse...

Geralmente, o clima chuvoso me anima, me motiva...

Então espanta a tristeza e seja feliz menino =P

Fique com Deus, menino Rafael Cotrim.
Um abraço.

Tathiana disse...

Dias de chuva podem ser melancólicos. Ou podem ser dias de aconchego. Depende de cada um e do que cada um está vivendo.
Bjs.

gabriela marques. disse...

Oi, Rafa. Tudo bom com você?
Obrigada por suas belas palavras no meu cantinho.
Tem selinho pra ti no meu Blog.
Imenso beijo.

läry-sousa disse...

oi. Tudo bem? Me identifico muito com suas palvras. Beijão

läry-sousa disse...

obrigada pelo comentario.. pode me seguir *-*