sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Sem inspiração



Já tentei de tudo
Estrangular as palavras.
Devorar livros.
Faço tudo para conseguir um poema.
Mas é difícil quando nada me inspira.
Como se eu não soubesse escrever,
Embora tenha tinta na caneta.
O vaso que agora se forma
Leva dentro de si a raiva.
O fato de não ter ideias.
Peço desculpas.
Mas é o que tenho.
____________________________________________________________

Já tentaram brincar assim?! Desenhando formas com as letras. É bem legal, as vezes. Difícil, porém, fazer que tenha sentido de acordo com o desenho. Boa sorte se forem tentar.
Beijos e/ou abraços,
Queridos(as) leitores(as).

13 comentários:

Rebeca Postigo disse...

Odeio quando as palavras resolvem brincar de esconde esconde...

Bjs

Elania disse...

Muito legal o poema, além da imagem construida pelas palavras. Como você disse, fazer isso é bem difícil.

gabriela marques. disse...

Diversas vezes eu perco a inspiração. Uma vez já esgotada, em fúria, comecei a jogar palavras sem sentido numa folha em branco, fazer setas as ligando, desenhos, e depois quando vi que nada conseguia rabisquei. Era minha poesia.

Calma também Rafa, eu me desespero com a solidão e tu com a falta de inspiração. Não sei lidar com a solidão, mas de tanto me faltar a inspiração cheguei à uma conclusão que quando é tão difícil colocar numa folha o que sentimos, é porque guardamos para nós mesmos o melhor de tudo o que se vive no momento. Mas calma-se, viva agora, e depois você irá se lembrar de tudo o que passa agora e escreverá sobre isso.
Estou sem inspiração faz uma semana, ando postando coisas antigas. Vamos tirar umas férias, vamos? As letras esperam e a gente volta com tudo!

Imenso beijo, Rafa.
Ótimo fim de semana.

Aline V. disse...

Se sem ideias é assim, imagina sem ideias!!!! hhehehe

muito bom!!!!

beijão queridoooo

- rafasonehara disse...

Se sem inspiração vc já é assim imagina com inspiraçãoo...
tava com saudades de passar aqui
Beijoos Rafaa :*

Carol Garcia disse...

imagina se você tivesse idéias.
Mas isso que vc fez era ter uma inspiraração, de um dia ruim, pelo menos.
obrigada pela visita.]
:D

Sii Thomazini disse...

Adorei seu blog. Você escreve muito bem!
Estou seguindo e vou visitar sempre com certeza!
E de fato as vezes as palavras parecem não dar sentido ao que se tem em mente. Fica um vazio, como se não houvesse nada, quando na verdade de forma subentendida há algo latejando pra "sair" e virar poesia como o que você fez. Lindo!

Beeejo

Teca Eickmann disse...

As vezes apenas abro a página de novo post e fico encarando o espaço em branco. Isso pode me dar idéias ou me deixar irritada. u_u"
Se isso não funciona, vou ouvir música, prestando bem muita atenção na letra. Ajuda também.
E as vezes nada funciona e eu desisto. .-.

Thaís A. disse...

Pois é, dá uma raiva quando isso acontece D:
Mas eu adorei o poema, muito bem escrito, e bem criativa a forma que você deu a ele! hihi

Jeniffer Yara disse...

Muito legal! Ahh,nunca tentei isso,mas deve ser difícil mesmo,ainda mais eu,que não sei escrever poemas,rs

Mas achei muito bom,você escreve muito bem.

Beijo

Flávia Campos disse...

"você só tem que escrever se isso vier de dentro pra fora, caso contrário não vai prestar, eu tenho certeza - caio f."

adoro caio! rs


quanto ao comentário em meu blog... sabe que nem consigo dimensionar meu sentimento mais? é sinistro! rs

bj, bj!

Jota disse...

Fantástico kkkkkk
Me lembrou os pós-mordenistas!

gostei daqui brother, abraços (:

Daniel Savio disse...

Rapaz, bonita a poesia, mas fiquei pensando, que isto só e parte do processo de parir uma ideia, as vezes custoso, mas sempre gratificante...

Hua, kkk, ha, ha, quem vê Botafogo não pensa que ele é tão pestinha.

E feliz ano novo menino, mesmo que bem atrasado.

Fique com Deus, menino Rafael Cotrim.
Um abraço.