quarta-feira, 12 de maio de 2010

(não)Futilidades do amor


Falar eu te amo.

Chamar pra dançar.

Pagar conta de mesa de bar.

Fingir romântico ser, para enganar você.

Proclamar poemas no ouvido.

Fingir ser o alvo do cupido.

Falar em casar.

Beijar sem falar.

Tudo isso é muito fácil.

Difícil, meu bem,
É gostar de alguém.

6 comentários:

Milla disse...

Difícil é realmente gostar de alguém...Mas ainda assim é bom viver todas as outras coisas que você citou :)

beijos

Erica Ferro disse...

Difícil, meu bem, é desapaixonar-se, hehe...

Bonito poema.

Daniel Savio disse...

Rafale, por uma desta, que seria mais sincero ir com um profissional...

Fique com Deus, menina Rafael Contrim.
Um abraço.

Ninaaa . disse...

É verdade mesmo. Hoje todo mundo faz aquelas coisas ali normalmente, como se não significassem nada, só pra conseguir ficar com alguém, ou levar alguém pra cama. Amor mesmo que é bom, nada. Beeijos.

Honny e Gio. disse...

ai, palavras vem e vão, mas o sentimento permanece *--*
Muito lindo isso.

Gabriela Marques (Gabs) disse...

Pra alguns é fácil. Pra aqueles que algo falta, acabam se apegando em outro alguém; procurar em outro alguém aquilo que tanto procura em si mesmo...
O pior problema não é gostar. Gostar é fácil comparado ao esquecer...