segunda-feira, 24 de maio de 2010

Lágrimas

As lágrimas parecem não parar.
Mas deve ser porque doem muito.
E só um alguém as pode cessar.
Rasgam minha pele,
Calam minha boca,
Sangram minh'alma.
É mais do que se pode suportar,
Mais do que alguém pode aguentar,
E muito pouco para quem quer se desafiar.
Destino e coincidência.
Paz em abrangência.
Eis a verdadeira, da vida, essência.

13 comentários:

Julia disse...

Adorei seu blog, lindas fotos e poesias...

Daniel Savio disse...

Mas uma lagrima pode ser de felicidade, não só de dor...

Fique com Deus, menino Rafael Contrim.
Um abraço.

Rodolpho Padovani disse...

Concordo com o Daniel, as lágrimas podem ser de felicidade também, mas pelo texto parece que não são...

Abraços...

Gabriela Marques (Gabs) disse...

"porque doem muito. E só um alguém as pode cessar."
Só quem já amou sabe o quão duro é, pelo menos, entender o que se passa em nós. Até mesmo a escrita se modifica, e sem notarmos passamos apenas a falar de amor, do amor.
Complicado, mas o tempo cura. Não exatamente O TEMPO, e sim as coisas que vêm tomando lugar, ocupando a mente e nos fazendo esquecer, ainda mais que apenas aceitar.

Erica Ferro disse...

Lágrimas podem ser um grito, daqueles que fazem bem como daqueles que cortam a garganta.

Milla disse...

Eu li uma vez em algum lugar que o que mais machuca não são as lágrimas que caem, mas os motivos que nos levam a derramar elas...

beijos

Ricardo Lima disse...

lágrimas são como as fasanhas de um mero heroi, com o passar do tempo se esquecem... E são trocadas por algo melhor, e que te fara ter outras lagrimas, mas agora de felicidade.

Sofia Borges disse...

"Rasgam minha pele,
Calam minha boca,
Sangram minh'alma."

Sinto a mesma coisa, com as lágrimas de tristeza.

Alguém... disse...

Bem, que lindo poema.
Adorei*

Alguém... disse...

Tal como dizeste, é a vida...e as lagrimas fazem parte dela.

Beijinho*

cássia vicentin disse...

fez esse texto, pensando em tudo o que eu to sentindo, ne?
KOSDSDOKDSOKSD
beijos

Honny e Gio. disse...

é a gente que vem ate a superficie,
e vai transbordando tudo o que rasga por dentro .-.

gostei demais desse teu post

muito bom mesmo

beijos ;*

Marianna Novaes disse...

Que profundo, Rafa! Adorei!!!